Meu nome é Marcos Emanuel Canhete. Sou natural de Bauru (SP), nascido em 1951. Fiz carreira na área jurídica, sendo hoje aposentado.

Sempre fui um músico amador.
Aposentado de cargo público há mais de três anos, pude inscrever-me na Ordem dos Músicos do Brasil no Estado de São Paulo, como Acordeonista Profissional, categorias Erudito e Popular. Esta inscrição foi um acontecimento muito importante, uma conquista valiosa no contexto da arte que tenho praticado.
Estudo Acordeon desde a meninice. Mesmo enfrentando a luta da vida, de início na terra natal e depois na Capital, nunca deixei a música e o instrumento.
Nas dificuldades desse caminho, o Acordeon pode ter sido meu bom conselheiro e confidente, um amigo de todas as horas, o descanso do exercício profissional, um grande companheiro de todos os momentos, menos e mais alegres.
Sempre o vejo com um espírito de amizade e paixão, agradecendo a oportunidade dessa convivência desde minha primeira infância.

Uma de minhas felicidades foi participar da Orquestra Sanfônica de São Paulo, sob a batuta da Maestrina Renata N. Sbrighi, desde a década de 90, ao lado de ilustres musicistas e apreciadores do trabalho em equipe. É preciso aqui registrar minha gratidão a essa gentil professora e artista, cuja generosidade não se esgota nunca, bem como aos valorosos integrantes da banda, com quem sempre me enriqueci em aprendizado. Professores do Conservatório Musical Santa Cecília, do Interior, Mestres que tive antes e depois dos estudos de Conservatório, Lauro Valério, outros Colegas da Música, minha esposa e filhos, os progenitores, são todos tantos e tão importantes que sua indicação nominal seria impossível.

Olho para o futuro com esperança de dias melhores. É possível o amadurecimento, a transformação da vida em frutos de paz, crescimento e harmonia. A Música é uma ferramenta excelente para subsidiar esse ministério nosso e de nossos descendentes. O Acordeon tem seu papel nessa empreitada. Como instrumento de sopro, transmite vida, sentimentos bons, levando-nos à alta espiritualidade, parte do próprio Deus.

A tecnologia digital trouxe para o Acordeon uma nova vestimenta. Não dá para descartar o instrumento acústico. Porém, as formas eletrônicas de Música encorpam a expressão sonora, aumentando os recursos da arte e as possibilidades de tradução das emoções que tentamos retratar com o instrumento.

No momento, divirto-me com a Roland FR7x, embora instrumentos acústicos estejam sempre ao meu lado.
Tenho feito arranjos e estudo muito, reunindo material e informações  sobre tudo.
Amigos ensaiam aqui em casa e isso é muito bom. Nosso grupo se denomina Musical Lunemar. Faz muito tempo que brincamos com a Música.

Convido os apreciadores do Acordeon para troca de experiências e desenvolvimento de nossa percepção musical, a partir dos recursos que a tecnologia está oferecendo atualmente.

10 Responses to “QUEM SOU”


  1. 1 Wladimir Firsoff 25 de agosto de 2012 às 16:36

    Muito bom, compartilho a emoção e os momentos nos encontros de sábado à tarde,
    É um momento de paz e tranquilidade, horas que valem meses ou mais.

    Curtir

  2. 6 liriane afonso 18 de março de 2013 às 16:40

    Fiquei muito surpresa ao ver meu nome por aqui no seu blog, que honra viu! Agradeço pelas palavras também. Grande abraço amigo do tamanho do Rio Grande pra ti.

    Curtir

    • 7 mecanhete 18 de março de 2013 às 20:57

      Eu é que fico honrado com sua presença!
      Sua música é realmente fascinante.
      Continue, desenvolva mais, prossiga.
      Busque cada vez mais sua identidade e realização.
      É isso que fará nosso mundo melhorar.
      Conto com seu apoio e acompanhamento no blog.
      Abraços.

      Curtir

  3. 8 Gilberto 7 de abril de 2016 às 19:45

    Música: Cisne negro (Swan Black)

    Curtir

  4. 9 Adélia Ribeiro sergio (nome de casada) 2 de maio de 2016 às 1:05

    Meu nome é Adélia sou sua conterrânea e afilhada da Sr sua mãe E.Teresinha será que se lembra de mim?

    Curtir

    • 10 mecanhete 2 de maio de 2016 às 14:18

      Sim, Adélia. Lembro-me demais de você, a infância tão pura e agradável naquela cidade amável, tão simples. Vejo sempre as fotos daquele tempo inesquecível. Nunca me esqueço de incluir em minhas orações um agradecimento especial a todos aqueles, como você e teus familiares, que sempre me deram bons exemplos, palavras de amizade, apoio e tudo de bom que as pessoas de coração generoso podem oferecer. Espero nunca decepcionar essas lembranças agradáveis, que amenizam as horas difíceis e valorizam ainda mais as graças divinas de nossa vida. Acompanhe sempre o blog e receba sempre meu respeito e admiração. O Facebook também é um ótimo canal para nossa interação social. Abraços.

      Curtir


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 1.244 outros seguidores


%d blogueiros gostam disto: